O presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Geraldo Júnior, disse, em um áudio obtido por este Política Livre nesta terça-feira (21), que o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, não tem participado de nada em relação às definições do MDB – partido de ambos – e que, em breve, ele deverá solicitar a sua desfiliação.

“Eu estou ligando para o deputado federal Baleia Rossi [presidente nacional do MDB] para saber se ele [Colbert] ainda está filiado. Gostaria de saber se Colbert Martins ainda está, [pois] ele não tem participado das decisões do partido, nem lá no município, porque é ausente no município, nem na Executiva estadual, tampouco na Executiva nacional”, disse o vereador soteropolitano.

“Mas eu acho que ele ainda está filiado. Acho que ainda não encaminhou o pedido de desfiliação partidária”, continuou o edil.

No último sábado, durante um evento no distrito de Humildes, o atual gestor de Feira respondeu às falas de Geraldo. Colbert, então, ironizou: “Pato novo não mergulha fundo”.

“O presidente da Câmara de Salvador chegou no partido tem muito pouco tempo. Ele não tem condições de fazer observação nenhuma. Por enquanto é uma pessoa que está sendo bem recebida por todos nós. O vereador Geraldo Júnior tem que vir como toda pessoa que é novata: devagar e calminho para que a gente consiga conviver bem”, contou.

“Ele não tem razões para fazer críticas – e nem eu fazer a ele – mas eu não aceito que ninguém que está chegando no partido agora [faça]. Pato novo não mergulha fundo. É bom que ele entenda isso. Que ele venha com calma e com tranquilidade que nós, os antigos do MDB, sabemos respeitar e sermos respeitados”, acrescentou.

Sobre uma eventual desfiliação do MDB, Colbert negou: “Isso é maluquice”. “Isso é ousadia de quem não tem o que falar. Passou do limite da bobagem”, concluiu.

Você pode gostar de

RECEBA Nossa NEWSLETTER

Anúncio