A postura da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) tem gerado insatisfação entre os políticos da capital – e já começa a refletir em possíveis ações no parlamento da cidade.

Segundo denúncia recebida pelo Política ao Vivo, a Limpurb estaria se dedicando a prestar serviços apenas a membros do PDT, partido da base aliada de Bruno Reis e da vice prefeita Ana Paula Matos. Ao invés de servir à população, o órgão estaria sendo usado como ferramenta política para o deputado federal Félix Mendonça Jr, presidente estadual do PDT.

Na Câmara Municipal, são vários os insatisfeitos. Um deles é Alexandre Aleluia, que estaria planejando colher assinaturas para convocar os diretores da Limpurb a prestar esclarecimento aos parlamentas acerca de denúncias de favorecimento a agentes políticos.

Atualmente, o órgão é comandado por Omar Gordilho, que faz parte do PDT e foi candidato a vereador em 2020, não sendo eleito.


Você pode gostar de

RECEBA Nossa NEWSLETTER

Anúncio