O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), revelou que irá transformar 24 locais de atendimento bucal, localizados em unidades de Saúde, em leitos de enfermaria Covid-19. A decisão acabará com o défict de leitos de enfermaria no município, que, segundo revelou,  atualmente é de 71 leitos. 

"Vamos transformar 24 unidades de saúde, com espaço para atendimento bucal, que nós não vamos mais fazer; vamos transformar essas salas para funcionarem como leitos de enfermaria. Serão 24 unidades para atender 75 pessoas, serão mais 75 leitos de enfermaria só com essa manobra administrativa", destacou o chefe do executivo de Salvador. 

O gestor afirmou que, em 11 dias, os números cresceram de forma exponencial, chegando a uma ocupação de 80% nos leitos de UTI.

"Em 11 dias os números cresceram; ontem, estávamos com 80% de ocupação nos leitos de UTI. Quando regularmos todos pacientes das UPAs, Gripários, vamos chegar a praticamente 100% leitos de UTI. Não havia outro caminho se não adotar as medidas. Estamos próximos de termos um colapso na rede pública e privada, e só há uma forma da população colaborar, que é utilizando máscara", reforçou Reis. 

 

Você pode gostar de

RECEBA Nossa NEWSLETTER

Anúncio