primeira fase do plano de retomada de atividades econômicas de Salvador poderá ser iniciada a partir da próxima semana. A informação foi divulgada pelo prefeito ACM Neto (DEM) nesta quinta-feira (16/7). Segundo ele, a capital possui neste momento taxa de 77% de ocupação das Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), número que deve abaixar por conta da abertura de novos leitos nesta sexta-feira (17/7). 

"Estamos autorizando que o Hospital de Campanha da Fonte Nova receba 25 respiradores cedidos pela Prefeitura. Com a portaria, a Prefeitura passa o dinheiro para o Governo do Estado, que vai ser o dinheiro para pagar o funcionamento desses leitos", destacou o democrata.

O plano de retomada foi dividido em três fases, que são baseadas fundamentalmente no nível de ocupação das unidades de tratamento intensivo. A primeira tem como critério haver menos de 75% da ocupação das unidades; a segunda, menos de 70%. Para que a fase 3 aconteça, deve estar abaixo de 60%. Gestores ressaltaram a importância de uma ação em conjunto e, principalmente, que as decisões sejam baseadas em critérios técnicos.

"Nesse prazo mínimo de 14 dias já é possível inclusive abrir a segunda fase. Aí vamos ter a reabertura de bares, restaurantes, salões de beleza, academias. Tudo isso com protocolos e cumprindo o passo a passo. Estamos muito próximos da entrada de um novo momento que traz desafios a todos, inclusive à Prefeitura. A fase é de olhar a saída desse momento da crise", ressaltou ainda o prefeito.

Você pode gostar de

RECEBA Nossa NEWSLETTER

Anúncio